OLHA SÓ QUEM EU VI!

Hoje estava com a minha querida amiga e companheira de comédia Danny Calabresa em nossa cidade natal, Santo André, assistindo o show da nossa amiga cantora Graça Cunha, quando a Calabresa me chamou a atenção pra uma coisa: o Pateta estava na platéia. Ela até bateu uma foto minha junto com ele pra vocês verem que não é mentira.


 Escrito por Danilo às 01h51 []

[Envie este lixo pra alguém]


BEBA FANTA E FIQUE O QUÊ?

Lembra quando o pessoal da Fanta ficava toda hora mandando eu beber aquilo pra ficar Bamboocha. Deve ser muito bom pra eles que eu fique Bamboocha não é mesmo? E isso me assusta. Porque Bamboocha é algo que eu não faço a mínina idéia do que seja. Como eu vou tomar algo pra ficar uma coisa que eu não sei o que é?

Sabe, eu já confio muito na empresa que faz a Fanta e tomo Coca-Cola (uma coisa que eu-não-sei-o-que-é, visto que a fórmula é secreta). Mas isso não basta. Além de tomar algo que eu-não-sei-o-que-é, eles querem que eu tome algo pra ficar de um jeito que eu-não-sei-como-é. Se eu não abrir os olhos, daqui a pouco vão pedir pra eu hospedar na minha casa alguém que eu-não-sei-quem-é, só porque ele vende Sprite.

Bamboocha? Se tivesse uma Fanta sabor Chimárron pelo menos, talvez poderia ser: "Beba Fanta e Fique Bombaacha". Ou na Fanta Suco de Morango poderia ser "Beba Fanta e Fique Bembiicha". Mas "Beba Fanta e Fique Bamboocha?" Que isso? O Pessoal da minha quinta série fazia slogan melhor pra Fanta: "Tome Fanta que o Pau Levanta". E eu tomava, na esperança daquilo ser verdade. Mas Bamboocha? Isso me lembra "Bembroocha".

A Fanta deveria contratar o pessoal da minha quinta série pra fazer o slogan deles.


 Escrito por Danilo às 13h36 []

[Envie este lixo pra alguém]


DICA PARA O FIM DE SEMANA

Aposto que este restaurante fecha pra almoço.


 Escrito por Danilo às 12h54 []

[Envie este lixo pra alguém]


UM BANDIDO NADA DESCOLADO



Um homem tentou assaltar uma loja de bebidas alcoólicas na última sexta-feira, no Estado americano de Kentucky, todo enrolado com fita, em tentativa de não ser identificado. Ao que tudo indica, seu plano estratégico era assaltar a loja e deixar que a culpa recaísse sobre outro crimonoso já conhecido por todos: a Múmia.

O Bandido acabou imobilizado por um dos funcionários do estabelecimento, embora eu confesse que não deva ser a coisa mais difícil do mundo imobilizar alguém todo enrolado numa fita. Mas o funcionário afirma: "Pode parecer ter sido moleza prendê-lo, mas não foi não. Ao contrário. Foi bem durex".

O assaltante foi apelidado pela vizinhança como "O Bandido da Fita Adesiva", o que demonstra apenas uma coisa: a tal vizinhança não é lá muito criativa.

O ladrão tentou se defender dizendo que só entrou alí na loja pra resolver uma "fita". Mas, ao contrário do seu disfarce, essa desculpa não colou.

Depois do pau que tomou da polícia, o "Bandido da Fita Adesiva" pretende assumir um novo disfarce e vai se chamar "O Bandido Todo Engessado".


 Escrito por Danilo às 15h49 []

[Envie este lixo pra alguém]


VIAJANDO COM O SR. VITROLA

Fui fazer show no Rio de Janeiro essa semana. E só gostaria de saber uma coisa. Por que, no meio de tantas poltronas, é justamente ao lado da minha, que resolve se sentar o Senhor Vitrola? Se o cara  é uma máquina de falar, antes de sair de casa entupiram o cú dele de fichas. 

Ele falou exatamente durante todo o percurso. O que ele falava? Coisas interessantes, do tipo:

- Lá no piauí tem cada cocada gostosa que a mulher vende. Eu adoro.
- Que tal fingir que está comendo uma delas? Lembrando que é feio falar de boca cheia.

- Lá no Amazonas uma vez eu conheci um japonês que andava com uma faca na cintura, pra matar índio que subia nas suas árvores.
- É uma pena que ele não usou a faca pra cortar a língua de quem fala demais.

Eu tirei uma câmera fotográfica da mala. Da mala com alça. Não do bolso do velho. Filmei. Sem disfarçar nem nada. Foi como se não houvesse câmera nenhuma alí. Ele continuou falando. Agora, veja só como é a vida. Minha câmera não pega áudio. Então, tive que fazer o filme sem áudio mesmo.

É um filme mudo sobre o cara que mais fala no mundo. Não é irônico?


 Escrito por Danilo às 14h55 []

[Envie este lixo pra alguém]


PRESA PELA CABEÇA

Uma menina de dois anos ficou com a cabeça presa a uma mesa durante mais de uma hora em Minas Gerais. Ninguém conseguia tirar ela dali. E isso pra mim simplesmente forma um dos maiores mistérios da história da humanidade: Se algo entrou com facilidade, porque não consegue sair?

E agora uma coisa irônica na minha opinão. Quem salvou a cabeça dessa vez foi o Corpo. De bombeiros.

Os militares cortaram os tubos com uma serra e liberaram a cabeça da menina. Podiam ter aproveitado que estavam com as ferramentas em punho e deviam também terem dado uma polida na testa da criança. Olha só o tamanho do negócio.

A mãe disse que essa história toda lhe deu a maior dor de cabeça. O que é curioso, visto que quem quase teve a cabeça serrada foi a criança e não ela.

Segundo a mãe, a menina brincava em casa quando teria enfiado a cabeça entre os tubos de metal da mesa. Fica a pergunta no ar: Brincando de quê?

De copa do mundo?
- A mesa é o zagueiro da Itália e eu sou o Zidani. Toma! Ahhhh.

Apesar do susto, a garota não se machucou. Porém daqui em diante, ela só vai poder almoçar se for em pé e segurando o prato com as mãos, pra aprender a não foder mais os móveis da casa.

A mãe está esperta. Essa menina vai dar trabalho quando crescer. Se desse tamanho, foi só ver duas pernas que ja foi enfiando a cara no meio, imagina quando tiver com dezoito.

De qualquer forma aí está alguém que aprendeu cedo demais que essa brincadeira de "colocar só a cabecinha" sempre acaba com uma criança tirada a força.


 Escrito por Danilo às 12h55 []

[Envie este lixo pra alguém]

  

 

 

 

Veja o Vídeo! Veja o Vídeo! Veja o Vídeo! Veja o Vídeo! Veja o Vídeo! Veja o Vídeo! Veja o Vídeo! O que é Stand-up? ml>